Quadros radiofônicos: 
Memórias da comunidade radiouvinte paulistana (1930-1950)

Tese defendida em fevereiro de 2003 na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP. Baixe agora (203 Kbytes)

Esta pesquisa tem por objetivo recuperar certa noção de pertencimento vivenciada pelos radiouvintes nos “anos dourados” do rádio, nas décadas de 30 a 50, no município de São Paulo. Os ouvintes, que geralmente aparecem nos textos e matérias jornalísticas como mais um número nos resultados de pesquisas, têm aqui papel fundamental na recuperação da história afetiva deste veículo tão profundamente arraigado na sociedade brasileira.

Apresenta-se inicialmente o contexto do surgimento do rádio, com suas novidades inerentes; em seguida, trata-se do modelo de radiodifusão adotado no Brasil, focalizando-se especialmente o caso da cidade de São Paulo. Tendo como pressuposto a formação de um certo espaço público possibilitado pelo rádio, discorre-se sobre o lugar deste veículo na construção do imaginário de uma época a partir de certas mediações, e, por fim, discute-se o sentimento de pertencimento dos radiouvintes ao universo radiofônico, considerando-se os mecanismos de apropriação por parte do sujeito e localizando o rádio como componente das práticas culturais de uma época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *